BENTO XVI ROMPE O SILÊNCIO SOBRE A CRISE DE ABUSOS SEXUAIS NA IGREJA CATÓLICA.